1. IR ALÉM DO MONITORAMENTO DE SUA MARCA

Muitos departamentos de comunicação utilizam o clipping apenas para justificar o trabalho realizado. Apesar de fundamental, este uso ignora uma série de possibilidades que um clipping bem feito pode oferecer, e que vai muito além de apenas monitorar sua marca.

Com a Internet e a proliferação dos novos meios digitais, as equipes de comunicação têm muita informação ao seu dispor, dados que se bem utilizados permitem:

- Controlar o entorno de sua marca

- Detectar oportunidades

- Definir estratégias

- Identificar influencers

- Antecipar uma futura crise de reputação

Poderíamos continuar enumerando várias outras funcionalidades, mas as citadas já nos dão uma ideia da necessidade de utilizar o clipping para além do monitoramento da marca.

 

2. DISTRIBUIR O CONHECIMENTO

Os meios de comunicação são uma das principais fontes de conhecimento, se uma empresa quer distribuir o conhecimento, necessita monitorar os meios e dar vazão a esse conhecimento.

A gestão de informação é estratégica para as empresas e para tornar o conhecimento monitorado em ações práticas de inteligência competitiva, é essencial distribuir esse conteúdo para os colaboradores.

 

3. DETECTAR PADRÕES DA CONCORRÊNCIA

Se uma empresa quer ser a melhor do seu setor, deve saber o que sua concorrência faz. Isto não é tarefa fácil, embora possivelmente das 4 P´s do marketing, a promoção seja uma das mais fáceis de conhecer e avaliar se as ferramentas de monitoramento adequadas estão disponíveis.

Graças ao clipping, as empresas podem detectar padrões dos concorrentes e entender melhor como funciona sua exposição. Em outras palavras, se o objetivo é criar atitudes e sentimentos positivos em relação à marca é através do clipping que poderá se conhecer como a concorrência atua, e desenhar uma estratégia para competir de modo efetivo. Não sabe como começar? Clique aqui!.